sexta-feira, setembro 29, 2006

Nova nomenclatura linguística


A famigerada TLEBS em artigo de jornal, cuja leitura se sugere, e do qual se recolhe um excerto significativo:

"Nenhum pediatra diz a uma criança com dores de barriga: você tem uma crise gástrica moxirreica. isto é uma questão de senso-comum", considera. "No entanto, crianças de seis podem ser confrontadas com questões como: 'Explicite o valor anafórico do conector'. Que benefícios é que isso vai trazer?"

Álvaro Gomes


Para ler o artigo todo

http://dn.sapo.pt/2006/09/28/sociedade/novos_termos_gramaticais_geram_contr.html

4 comentários:

Anónimo disse...

Esse Álvaro Gomes, apresentado como pedagogo, devia estudar um bocadinho a TLEBS e os programas, antes de andar a vomitar desinformação desse tipo.
É pena não poder ser responsabilizado civilmente pelas alarvidades que anda a dizer...
O problema dele com a nomenclatura é só um e todos sabem qual é: $$$, direitos de autor dos manuais que fez!

Mito disse...

Caro anónimo, cada qual parece ter o seu interesse na questão. Qual é o seu?

Anónimo disse...

Caro mito,
O meu interesse é que se cumpram os programas e se ensine gramática. Sou professor de português e fiz formação adequada para ensinar. Para aquilo que não percebia, procurei formação.
Chateia-me ouvir tanto disparate e constatar que só dão relevância ao disparate.

maria, Porto disse...

Admiro sempre a coragem dos anónimos...

Será que o abaixo-assinado de 65 000 professores (alguns são simultaneamente escritores de renome) está relacionado com interesses pessoais? Serão todos tão desinformados ou incompetentes como este anónimo nos quer fazer crer?

Parafraseando "Mito", qual é o seu interesse na enormidade que escreveu, Sr. Anónimo?